A Noite dos Mortos-Vivos (2013)

Evil Dead - Poster 6

 

Título original – Evil Dead

 

Com a crescente moda de refazer (para quê?) tanto clássico do terror do cinema contemporâneo (John Carpenter, Wes Craven, George A. Romero e Tobe Hooper, todos já viram alguns dos seus filmes a serem refeitos – com excelentes, bons, medianos e medíocres resultados), era uma questão de tempo até o grande clássico de Sam Raimi (era o seu primeiro filme) sofrer uma “actualização”.

Há muito tempo que se falava nisso e finalmente concretizou-se.

Raimi é o produtor.

(menos mal – assim há a certeza da qualidade e fidelidade do remake)

 

A história pouco se altera face à do original.

 

Um grupo de amigos (machos e fêmeas) parte para uma cabana isolada num bosque, para um fim-de-semana de sossego.

Um dos elementos descobre um certo “Livro dos Mortos”, que “ensina” formas de ressuscitar mortos e acordar um espírito maléfico.

Instigado pela curiosidade, um dos elementos do grupo segue o “manual” à risca.

E eis que estranhos e violentos começam a surgir.

Evil Dead - screenshot 1

Evil Dead - screenshot 2

Sam Raimi confiou a realização (e metade do argumento) a Fede Alvarez, um jovem vindo do Uruguai e com curriculum apenas em curtas-metragens.

Evil Dead - screenshot 4

Evil Dead - screenshot 3

Alvarez põe de fora o humor (que muito marcou o filme de Raimi), tenta dar uma maior emotividade aos personagens (reúnem-se para o reencontro entre dois irmãos e como forma de terapia de desintoxicação de um deles) e investe num terror extremo e bem explícito, apoiado num gore goríssimo (vejam-se o corte da língua com um x-acto, bem como o uso dado a uma moto-serra e a uma faca eléctrica).

 

Jane Levy mostra jeito para scream queen e o devido heroísmo para o género, mas não consegue criar o estatuto que Bruce Campbell (protagonista da saga de Raimi) deu ao seu mítico Ash.

 

Feitas as contas, este novo “Evil Dead” é uma adequada modernização aos tempos (e gostos) modernos, mas (como seria de esperar) bem longe do original de Raimi (que continua a ser um clássico e uma referência).

Evil Dead - screenshot 6

Evil Dead - screenshot 7

Um (muito) competente bubble gum do género, devidamente entretido (para os fãs extremos do género), mas que não fará o culto do original.

 

Muito recomendável.

 

“Evil Dead” está nas salas portuguesas.

 

Evil Dead - screenshot 5

MCT_ENTER MOVIE-EVILDEAD 1 MCT

 

Realizador: Fede Alvarez

Argumentistas: Fede Alvarez, Rodo Sayagues, a partir do filme original escrito por Sam Raimi

Elenco: Jane Levy, Shiloh Fernandez, Lou Taylor Pucci, Jessica Lucas, Elizabeth Blackmore, Phoenix Connolly, Jim McLarty, Sian Davis

 

Sites

http://www.sonypictures.com/movies/evildead/

http://www.evildead-movie.com/

 

Orçamento – 17 milhões de Dólares

Bilheteira – 54 milhões de Dólares (USA); 97 (mundial)

 

Evil Dead - Poster 4

Esteve nomeado para “Melhor Filme de Terror”, nos Prémios Empire 2014. Perdeu para “The Conjuring”.

“Melhor Caracterização”, “Melhor Actor Secundário” (Lou Taylor Pucci), nos Prémios Fangoria Chainsaw 2014.

“Melhor Caracterização”, nos Prémios Fright Meter 2013.

“Melhor Música – Filme de Terror/Fantasia/Ficção Científica”, nos Prémios

International Film Music Critics (IFMCA) 2013.

Evil Dead - Poster 2

Foi Rob Tapert que sugeriu a Sam Raimi a ideia de um remake de “The Evil Dead”. Raimi concordou. Bruce Campbell era o menos entusiasmado, pois não queria ver outro actor a pegar no seu icónico Ash. Mas Campbell mudaria de ideias ao saber que o remake criaria novos personagens.

Antes de se avançar com a série televisiva “Ash vs Evil Dead”, Raimi, Tapert e Campbell pensaram num “Army of Darkness 2”, que juntaria Ash (protagonista da saga realizada por Raimi, protagonizada por Campbell) e Mia (a protagonista do remake). Perante a existência da série, fala-se que tal ideia está cancelada.

 

Gillian Jacobs foi sondada. Lily Collins chegou a ser a preferida, mas desistiu à última da hora. Jane Levy foi chamada.

Agnes Bruckner e Thora Birch foram consideradas para uma personagem.

Numa primeira fase produção, Ashton Kutcher e Marlon Wayans foram considerados como Ash.

 

Fede Alvarez despertou curiosidade com a sua short “Panic Attack” (2009), que gerou muito hype no YouTube.

Alvarez tinha experiência em efeitos visuais, mas preferiu fazer o filme em jeito old school, como homenagem ao filme original.

O filme recorre a make-up effects e a practical effects, tal como o original. Mas teve-se de recorrer a alguns efeitos digitais (para criar fogo e eliminar imagens de cabos).

Muito do make-up chegou a ocupar 3 horas por actor.

Ao que parece, o filme usou mais de 200.000 litros de “sangue”. Só uma cena usou mais de 100.000. O original usou pouco mais de 1.000 litros.

Diablo Cody (“Juno”) deu uma ajuda no argumento (basicamente para o traduzir e fazer correcções no Inglês – Alvarez e Sayagues são do Uruguai e não tinham domínio do Inglês suficiente para escrever como os jovens americanos de hoje falam entre si). O seu nome não recebe crédito.

Filmado em 3 meses, na Nova Zelândia e com algumas cenas nos USA.

Filmado pela ordem do argumento.

 

Cinco são os personagens na cabana – David, Eric, Mia, Olivia e Natalie. As primeiras letras de cada um formam a palavra DEMON (Demónio).

Uma personagem usa uma t-shirt referente a Michigan. É uma homenagem a Sam Raimi, oriundo de Michigan.

Como é habitual em filmes de Raimi (e na trilogia “Evil Dead”) destaque-se a presença de um Oldsmobile Delta 88 de 1973.

Cameo de Bruce Campbell (o protagonista da saga original) – surge numa cena, depois do genérico final.

 

O filme foi banido na Ucrânia.

Segundo Fede Alvarez, há um extended cut. Terá um final diferente.

 

Vai acontecer um “Evil Dead 2” (sequela do Remake).

 

A short de Fede Alvarez

 

Making of

 

Evil Dead - Poster 7

Advertisements

One comment on “A Noite dos Mortos-Vivos (2013)

  1. […] Há muito que se falava na continuação da saga original (já aqui analisada, bem como o remake). […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s